-

 
Domingo, 20 de Agosto de 2006
O MUNDO SWINGER

Troca de casais: você toparia?

Sonhos, fantasias, desejos... Todo mundo sabe que um relacionamento (mesmo sendo sério, firme e, se coincidir, excitante) não barra nossa imaginação. Muito pelo contrário: uma vida amorosa activa estimula nosso lado criativo que, muitas vezes, fica escondido debaixo de medos e tabus.
Nestas suas viagens sexuais, você já se deparou com uma vontade imensa de experimentar outras sensações? Quem sabe ficar com aquele vizinho interessante que insiste em exibir o tórax delineado? Mas isto seria um absurdo e pura traição, não?
Pois saiba que, para muitos casais, relacionar-se com outras pessoas fora do casamento é comum. Aliás, é um estilo de vida chamado de swing. Se você nunca tinha ouvido falar ou quer saber todos os mecanismos, regras e curiosidades desta modalidade sexual, prepare-se e entre neste mundo de fantasias e, acima de tudo, muita cumplicidade.

Swing: um jeito novo de encarar o sexo


A palavra swing pode nos remeter a vários significados. Um ritmo musical ou a ginga de uma pessoa, por exemplo. Pode até ser, mas, nesta matéria, você vai ver que é uma dança bem mais insinuante e interessante do que imagina. O swing, mais conhecido como troca de casais é um jeito diferente de encarar o sexo e, para muitas pessoas, é um novo estilo de vida. Mudar de parceiro, sexo em grupo de três pessoas ou mais; isso é muito comum entre alguns casais. Mas não fique pensando que é só festa. Primeiro, estas trocas são feitas em clubes especializados ou em pequenas reuniões de amigos. Segundo, a troca de casais é feita com discrição, respeito e, acima de tudo, cumplicidade. Segundo os praticantes deste tipo de relação, o swing é uma forma excitante de chacoalhar a monogamia e acabar com a monotonia do casal. Muitos também afirmam que o relacionamento se fortalece, já que a confiança e a cumplicidade entre eles têm que ser (e estar) bem solidificadas.

Deixe aquele desejo reprimido de lado

Diante dos olhos dos outros podem até parecer casais com actividades sexuais normais: casados, com filhos, discretos... Mas, uma vez por mês ou alguns por semana, eles frequentam clubes de swing. Lá, quase tudo pode acontecer. Dois ou mais casais se interessam um pelo outro e, depois disso, toda forma de prazer é possível. Os swingers não acham que suas preferências sexuais têm algo de diferente; ao contrário, acreditam que o que fazem é o desejo que a maioria reprime e que acaba se convertendo em relações extraconjugais. "O swing admite qualquer coisa, menos traição". Os casais que experimentam esta troca o fazem de comum acordo, com um grande respeito mútuo e diálogo. "Coisas que, muitas vezes, você não vê num casal dito 'normal'."

A relação entre a mulher e a troca de casais

A troca de casais é uma alternativa ainda mais saudável para a mulher. Enquanto os homens "podem" sair por aí em busca de aventuras, as mulheres são reprimidas se partem à procura de um garoto de programa, por exemplo. Com o swing, a mulher, acompanhada do marido ou namorado, experimenta essas novas sensações e fica livre de toda e qualquer dúvida em relação à sua fidelidade. Entretanto, relações sexuais com outras pessoas fora do jogo ou toda prolongação do contacto que surgiu em um encontro e partiu para um âmbito privado, é considerado traição. E o ciúme também está presente. Os swingers têm uma mentalidade mais liberal que outras pessoas, mas, se algo fora do combinado acontece, eles também têm um acesso de possessividade. "Muitos casais discutem porque um se insinuou demais, por exemplo". O swing, antes de ser uma alternativa (diga-se de passagem, instigante) para a obtenção de prazer, é uma prática que possui regras a seguir.

Saiba por onde e como começar


A primeira coisa a fazer é falar com seu parceiro. Deve ser uma decisão unânime. Os dois têm que concordar 100% em participar desta descoberta. Se vocês forem um casal liberal em relação ao sexo, se confiam totalmente um no outro e têm vontade de experimentar coisas novas, participar de um clube de swing pode ser uma boa opção. Muitas mulheres contam que sua relação pessoal ficou mais quente e íntima, e, que com esta experiência, tornaram-se mais cúmplices dos esposos. Mas você deve ter em mente que se o casal já tem complicações dentro do casamento, o swing não é uma muleta para resolver estes problemas. Um estilo de vida mais liberal deve ser experimentado por pessoas que se amam, que se aceitam como são e se respeitam.

Internet: uma aliada do Swing

Você não precisa sair de casa para encontrar casais que fazem swing. A Internet é um local promissor e cheio de ofertas. Há vários sites dedicados à troca de casais onde dá para ver a foto da pessoa que anuncia. Desta forma, os riscos de uma grande decepção na hora do encontro diminuem. Através do telefone deixado na página, você entra em contacto com a pessoa e marca um encontro sem nenhum compromisso. Mas tome cuidado. Tudo que é feito desta forma tem que ter muita cautela. Tente descobrir todas as informações possíveis sobre a pessoa escolhida e não saia por aí sem protecção: camisinha sempre!



publicado por Casal Sintra às 17:02
link do post | comentar | favorito

13 comentários:
De Festas Liberais a 13 de Abril de 2009 às 20:02
Somos um Casal Liberal de São Paulo.
Curtimos o swing e um pouco de menage, mas só a fazemos em Clubes de Swing.
Temos perfil em: http://www.portalbl.com/luaesol
*SOU A LUA*
Bjs


De VIVIANE VILHENA COSTA a 1 de Dezembro de 2009 às 18:12
Bom somos um casal q já fomos em clube de swing, o q gostamos mesmo é do menage feminino se alguem se interessar é só tc?


De Casal mais mulher a 13 de Janeiro de 2010 às 14:20
Olá, se quiser participar de uma brincadeira a três....... casalmaismulher@bol.com.br


De casalindo a 11 de Novembro de 2012 às 10:32
ola gostava de saber de onde sao eu sou homem de 30 anos serve respondao




De casal a 7 de Janeiro de 2013 às 17:52
Olá, somos um casal que também procura, somente, um menage feminino. Damos preferência a um encontro num clube de swing.
Somos de Lisboa.


De belinha a 20 de Junho de 2010 às 04:07
eu e meu namorado procuramos mulher para um menage, eu tenho 20 anos e ele 23. Interessadas entrem em contato comigo, princesinhaa50@hotmail.com


De eder e jessica a 10 de Agosto de 2010 às 00:09
estamos a procura de casais de swings eu e minha namorada nos temos 21 anos so q nao frequentamos casas de swings se algum casal se interessar nos mande algum recado no meu email atecubanos_amoc@hotmail.com.....aguardamos respostas


De anne a 23 de Novembro de 2011 às 00:02
gostaria de saber de onde vcs sao?


De Renan a 3 de Dezembro de 2011 às 15:28
Tenho uma namorada gostosa e completamente ativa... ela tem 20 anos e quero poder compartilhar otimos momentos [descrição]


De Jhessika e Flavia a 3 de Dezembro de 2011 às 15:31
Swingers ativos... descrição e qualidade. 21 anos


De candido a 12 de Março de 2012 às 05:54
Este texto e bem explicativo minha esposa e eu estamos bem ansiosos pra encontrar algum casal que ja tenha experiencia e nos ajude a nos realizar sexual


De Leandro a 9 de Outubro de 2012 às 16:24
Eu minha esposa ja tivemos uma experiencia por acaso e foi muito bom. Desde então estamos querendo fazer de novo conhecer alguns casais ou talvez ir para uma casa de swing.


De Leo a 7 de Janeiro de 2013 às 00:21
Olá ! Sou de ilheus na Bahia,tenho 33 anos e muito simpático.quem tiver próximo a mim e quiser fazer uma brincadeira a tres ,estarei disposto.leohay2011@hotmail.com


Comentar post

Ponto de encontro de casais Swings 

Portugal


Casal Sintra


xsocial



subscrever feeds